Candidaturas

Logotipo do IGOT na parede de vidro do espaço de atendimento da Biblioteca

Candidatura online

Para efetuar a sua candidatura online aos concursos de ingresso organizados diretamente pelo IGOT deverá aceder ao sistema Fenix.

Nota Importante: A candidatura aos cursos de Licenciatura do IGOT através do Concurso Nacional de Acesso é organizada pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES). Para efetuar a candidatura on-line deverá pedir a senha de acesso através do website da DGES

Se nunca foi estudante do IGOT, deverá previamente criar a sua conta aqui.

Caso já possua um conta da ULisboa associada ao IGOT, e se não se recorda do utilizador ou da senha deverá aceder a https://utilizador.ulisboa.pt e usar a funcionalidade de Recuperar Acesso.

  • Após aceder ao Fenix deverá selecionar o separador Candidato. Seguidamente, deverá criar a sua candidatura, escolhendo o regime e o curso. Após estes passos, deverá preencher os dados solicitados no formulário eletrónico.
  • Deverá anexar em formato digital todos os documentos necessários ao processo de candidatura.
  • A candidatura online apenas se tornará válida após o pagamento da respetiva taxa de candidatura.


Concluído o processo de avaliação das candidaturas, a lista de seriação será publicada na plataforma Fenix. 
Todas as notificações sobre o processo de candidatura serão remetidas através mensagem de correio eletrónico enviada para o endereço de e-mail indicado como “Principal” na ficha de dados pessoais da candidatura. 
 

Taxa de Candidatura

60,00€ (sessenta euros)

A candidatura só é considerada válida após o pagamento da taxa de candidatura até ao termo do prazo de candidaturas da respetiva fase. Não haverá lugar à devolução desta taxa, caso o candidato seja excluído ou não seja selecionado. Também em caso de desistência da candidatura os valores já liquidados não são reembolsados.

Prazos de candidatura

Abaixo poderá consultar os prazos para apresentação de candidatura, de acordo com o ciclo de estudos e regime de ingresso.

Candidaturas 2023/2024

Licenciaturas | Concurso Especial de Acesso para Estudantes Internacionais

1.ª Fase
Candidatura: 2 de janeiro a 15 de fevereiro de 2023
Divulgação dos resultados: até 6 de março de 2023
Pré-inscrição ou reserva de vaga: 7 a 21 de março de 2023
Eventual colocação de suplentes: 22 a 29 de março de 2023
Divulgação de vagas sobrantes: até 31 de março de 2023
Matrícula e inscrição: (em data a definir no calendário de prazos académicos do ano letivo 2023/2024)

2.ª Fase
Candidatura: 3 de abril a 31 de maio de 2023
Divulgação dos resultados: até 19 de junho de 2023
Pré-inscrição ou reserva de vaga: 20 a 30 de junho de 2023
Eventual colocação de suplentes: 3 a 7 de julho de 2023
Divulgação de vagas sobrantes: até 14 de julho de 2023
Matrícula e inscrição: (em data a definir no calendário de prazos académicos do ano letivo 2023/2024)

 
Candidaturas 2022/2023

Doutoramento em Geografia
Doutoramento em Migrações
Doutoramento em Turismo

3.ª Fase
Apresentação de candidaturas: 31 de outubro de 2022 a 20 de janeiro de 2023
Divulgação de resultados:: até 3 de fevereiro de 2023
Prazo para reclamações: até 3 dias úteis após divulgação dos resultados
Matrícula e inscrição: 6 a 10 de fevereiro de 2023

Vagas

Abaixo poderá consultar as vagas fixadas para ingresso em cada curso, de acordo com o regime de ingresso, bem como os critérios aplicáveis para a seleção e seriação dos candidatos. 

Licenciaturas | Concurso Especial de Acesso para Estudantes Internacionais

Licenciatura em Geografia: 5 vagas
Licenciatura em Planeamento e Gestão do Território: 5 vagas

Critérios de seleção e de seriação
A seriação é feita por ordem decrescente da classificação final no ensino secundário ou da qualificação que, no país em que foi obtida, confira o direito de candidatura e ingresso no ensino superior desse país.

No caso dos candidatos de nacionalidade brasileira, a classificação final é substituída pela ponderação das notas obtidas no ENEM. Para estes efeitos, a fórmula de cálculo da classificação do ENEM é a seguinte:

  1. Licenciatura em Geografia: Ciências da Natureza e suas Tecnologias (40%) + Ciências Humanas e suas Tecnologias (40%) + Redação (20%);
  2. Licenciatura em Planeamento e Gestão do Território: Ciências da Natureza e suas Tecnologias (25%) + Ciências Humanas e suas Tecnologias (25%) + Matemática e suas Tecnologias (25%) + Redação (25%).

Todas as classificações são expressas na escala de aprovação de 100 a 200, sendo convertidas proporcionalmente para essa escala. 

A classificação mínima de candidatura para cada curso é de 120.

Eventuais situações de empate são resolvidas com base na apreciação do curriculum vitae.

 

Doutoramentos

As informações sobre as condições e requisitos de candidatura,  bem como os critérios aplicáveis para a seleção dos candidatos, encontram-se disponíveis no Edital de abertura de candidatura de cada Doutoramento.

Doutoramento em Geografia


Doutoramento em Migrações


Doutoramento em Turismo

Concurso Especial de Acesso a Licenciatura para Estudantes Internacionais

  1. Exibição de documento de identificação (passaporte, cartão de cidadão estrangeiro ou outro adequado), ou, quando autorizado pelo candidato, fotocópia simples do documento de identificação;
  2. Declaração, sob compromisso de honra, de que o candidato não tem nacionalidade portuguesa nem está abrangido por nenhuma das condições que, de acordo com o estatuto do estudante internacional, não lhe confiram a condição de estudante internacional; 
  3. Documento comprovativo da conclusão do ensino secundário português ou equivalente, com o elenco das disciplinas aprovadas, ou, se a qualificação académica não corresponder ao ensino secundário português, documento comprovativo de que ela faculta, no país em que foi obtida, o acesso ao ensino superior;
  4. Documento comprovativo da classificação final no ensino secundário português, ou equivalente, indicando qual a escala de classificação em que é expressa;
  5. Documentos comprovativos de qualificação académica, de acordo com o fixado nas condições de ingresso (documento comprovativo da aprovação nas provas de ingresso, nas provas homólogas ou documentos que permitam comprovar que, na formação escolar, o candidato obteve aprovação em exames finais ou em componentes curriculares que integram os conhecimentos abrangidos pelas provas de ingresso);
  6. Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM), apenas exigido aos candidatos de nacionalidade brasileira, e desde que realizado no ano civil ou nos três anos civis anteriores ao da candidatura;
  7. Diploma DEPLE, ou certificado B1 emitido por uma Escola da ULisboa, ou declaração do nível B1 de domínio da língua e cultura portuguesa, sempre que o candidato não tenha frequentado o ensino secundário em língua portuguesa;
  8. Declaração da posse dos pré-requisitos exigidos pelo ciclo de estudos a que se candidata; 
  9. Curriculum vitae resumido (opcional).

 

 

Mestrados

Mestrado em Geografia Física e Ordenamento do Território
Mestrado em Geografia Humana: Globalização, Sociedade e Território
Mestrado em SIG e Modelação Territorial aplicados ao Ordenamento

  1. Certidão comprovativa da posse do grau de licenciado ou de grau académico equivalente;
  2. Certidão comprovativa do aproveitamento nas unidades curriculares do curso;
  3. Currículo escolar, científico e/ou profissional com cópias dos documentos a que faz referência;
  4. Carta de candidatura/motivação à frequência do curso;
  5. Exibição de documento de identificação válido ou, quando autorizado pelo candidato, fotocópia simples do documento de identificação;
  6. Outros elementos considerados relevantes pelos candidatos para efeitos de apreciação da candidatura.

Mestrado em Turismo e Comunicação

Os candidatos ao Mestrado em Turismo e Comunicação, para além dos documentos acima indicados, deverão ainda apresentar:

  1. Certificado do nível de língua inglesa, equivalente ou superior a B2 do QECR ou teste de colocação de nível equivalente ou superior a C1 (apenas aplicável aos candidatos cuja língua materna não é o inglês); em alternativa, requerimento a solicitar realização de prova de aferição de nível de língua inglesa;
  2. Declaração, sob compromisso de honra, de domínio do idioma português a um nível que capacite para a frequência das aulas lecionadas nesta língua (apenas aplicável aos candidatos cuja língua materna não é o português.

Em todos os Mestrados, os candidatos às vagas de estudante internacional deverão igualmente apresentar:

  • Declaração, sob compromisso de honra, de que o candidato não tem nacionalidade portuguesa, nem está abrangido por nenhuma das condições enunciadas no artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 62/2018, de 6 de agosto, que regula o estatuto do estudante internacional.

Legalização de documentos estrangeiros

Os documentos comprovativos de habilitações, sempre que tenham sido emitidos por instituições de países extracomunitários, devem ser legalizados por agente consular português ou pela Apostila de Haia, sendo estas legalizações efetuadas no país de origem dos documentos. Sempre que não forem emitidos em português, inglês, francês ou espanhol, os documentos devem ser traduzidos para um destes idiomas por tradutor certificado.

 

Mestrados com candidatura realizada em Instituição Parceira do IGOT

As condições de candidatura dos seguintes Mestrados, devem ser consultadas junto da Instituição parceira que organiza o respetivo processo para o ano letivo em causa.

Mestrado em Ensino da Geografia
Candidaturas no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Mestrado em Ordenamento do Território e Urbanismo
Candidaturas no Instituto Superior Técnico, para ingresso no ano letivo 2022/2023

 

Doutoramentos

Doutoramento em Geografia

  1. Curriculum vitae atualizado, incluindo documentos comprovativos das publicações/atividades referenciadas no CV;
  2. Documentos comprovativos da posse de graus académicos ou outros diplomas relevantes. Caso algum dos graus académicos tenha sido obtido numa Instituição de Ensino Superior extracomunitária, o certificado de habilitações deverá estar legalmente reconhecido pelo Consulado de Portugal desse país ou pela Apostila de Haia;
  3. Indicação do ramo de conhecimento em que pretende efetuar o doutoramento;
  4. Apresentação de uma proposta de investigação, indicando o objeto de estudo, a metodologia e os objetivos da investigação, devidamente problematizados com base em bibliografia de referência na área de estudo à qual se candidata;
  5. Carta de motivação;
  6. Duas cartas de recomendação;
  7. Exibição de documento de identificação válido ou, quando autorizado pelo candidato, fotocópia simples do documento de identificação.

Doutoramento em Migrações

  1. Curriculum vitae atualizado, incluindo trabalhos publicados ou devidamente documentados;
  2. Documentos comprovativos da posse de graus académicos ou outros diplomas relevantes. Caso algum dos graus académicos tenha sido obtido numa Instituição de Ensino Superior extracomunitária o certificado de habilitações deverá estar legalmente reconhecido pelo Consulado de Portugal desse país ou pela Apostila de Haia;
  3. Indicação do ramo de conhecimento em que pretende efetuar o doutoramento;
  4. Apresentação de um dos seguintes documentos:
    • Projeto de investigação, indicando o objeto de estudo, a metodologia e os objetivos da investigação, devidamente problematizados com base em bibliografia de referência na área de estudo à qual se candidata;
    • Carta de intenções, expondo as razões da escolha do programa de estudos e apresentando o domínio a investigar e os objetivos fundamentados do trabalho que se propõe desenvolver durante o doutoramento.
  5. Outros elementos considerados relevantes para a candidatura;
  6. Exibição de documento de identificação válido ou, quando autorizado pelo candidato, fotocópia simples do documento de identificação.

Doutoramento em Turismo

  1. Curriculum vitae atualizado, incluindo trabalhos publicados ou devidamente documentados, e dados relativos à sua experiência profissional na área do curso;
  2. Documentos comprovativos da posse dos graus académicos mencionados ou outros diplomas relevantes. Caso algum dos graus académicos tenha sido obtido numa Instituição de Ensino Superior extracomunitária o certificado de habilitações deverá estar legalmente reconhecido pelo Consulado de Portugal desse país ou pela Apostila de Haia;
  3. Carta de intenções, expondo as razões da escolha do programa de estudos e apresentando o domínio a investigar e os objetivos fundamentados do trabalho que se propõe desenvolver durante o doutoramento.
  4. Exibição de documento de identificação válido ou, quando autorizado pelo candidato, fotocópia simples do documento de identificação;
  5. Outros elementos considerados relevantes pelos candidatos para efeitos de apreciação da candidatura.

Legalização de documentos estrangeiros
Os documentos comprovativos de habilitações, sempre que tenham sido emitidos por instituições de países extracomunitários, devem ser legalizados por agente consular português ou pela Apostila de Haia, sendo estas legalizações efetuadas no país de origem dos documentos. Sempre que não forem emitidos em português, inglês, francês ou espanhol, os documentos devem ser traduzidos para um destes idiomas por tradutor certificado.
 

Doutoramentos com candidatura realizada em Instituição Parceira do IGOT

As condições de candidatura dos seguintes Doutoramentos, devem ser consultadas junto da Instituição parceira que organiza o respetivo processo para o ano letivo em causa.

Doutoramento em Território, Risco e Políticas Públicas
Candidaturas na Universidade de Aveiro, para ingresso no ano letivo 2022/2023

Doutoramento em Estudos de Desenvolvimento
Candidaturas no Instituto de Ciências Sociais, para ingresso no ano letivo 2022/2023

Doutoramento em Ciências da Sustentabilidade
Candidaturas na Universidade de Lisboa

Doutoramento em Ciências da População
Candidaturas no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, para ingresso no ano letivo 2023/2024