Passar para o conteúdo principal

Equipa eMOTIONAL Cities realiza trabalho de campo em Lansing (Michigan, EUA)

Equipa eMOTIONAL Cities realiza trabalho de campo em Lansing (Michigan, EUA)

Decorreu, entre 11 e 13 de setembro, a 3.ª Reunião Anual do projeto eMOTIONAL Cities, na Michigan State University. O CEG/IGOT-ULisboa foi representado pelos investigadores Paulo Morgado, coordenador do projeto, Nuno Marques da Costa e Eduarda Marques da Costa.

No âmbito das atividades do projeto, decorrentes das experiências de neurociências em outdoor, foram efetuadas várias caminhadas com o kit emotional walker, em diferentes territórios da cidade de Lansing (Michigan, EUA), previamente selecionados de acordo com parâmetros urbanísticos, e.g. verde/azul denso; verde e urbano construído; e construído denso, para captura de dados de ambiente (temperatura do ar, temperatura radiativa, humidade relativa, velocidade do vento, radiação solar, qualidade do ar) e psicofisiológicos (frequência cardíaca, acelerômetro, condutividade da pele, atividade eletrodérmica, eletroencefalograma e som binaural) a partir de uma amostra de voluntários com diferentes perfis (idade e género). 

O objetivo é verificar padrões de respostas biológicas a determinados estímulos urbanos, nomeadamente percepção, cognitivo/emoção e comportamento/ação e correlacionar com os parâmetros urbanísticos nos diferentes cenários montados. 

A evidência dos resultados servirá para informar a tomada de decisão por uma lado, e por outro lado dotar os profissionais de planeamento de uma nova camada de informação/conhecimento acerca do efeito do desenho urbano na saúde e bem-estar mental das pessoas.