Luís Mendes (CEG/IGOT-UL) estará com Paula Castro, Luísa Lima, Leonor Bettencourt (CIS-IUL / ISCTE-IUL) entre outros no CAFÉ DA CIÊNCIA – “Preservar o Património da Cidade: Para quem? Com quem? Desafios da Renovação Cultural”

27 de setembro – 19:30-20:45h – Museu de História Natural, no Claustro, no piso 0

A atividade consiste num Café de Ciência, dinamizado por convidados e a apresentação de posters relativos a dois projectos de investigação em Psicologia Social do Ambiente. Os projetos referem-se a estudos de caso realizados em dois bairros de Lisboa, o Bairro das Estacas em Alvalade e o Bairro da Mouraria, que exemplificam dois contextos e processos de renovação bastante distintos. Os posters a afixar irão mostrar (1) uma síntese dos seus resultados, (2) exemplificar a variedade das metodologias utilizadas e (3) dar voz à memória social do Bairro, no caso da Mouraria, através da apresentação de extractos representativos de entrevistas realizadas a moradores mais antigos e mais recentes, espelhando lugares do passado e do presente, e formas de ligação e pertença ao Bairro. Pretende-se com esta actividade reflectir sobre a relação dos moradores com os seus bairros, e sobre os vários dilemas que surgem na preservação do património cultural, arquitetónico e social-cultural das cidades: Preservar para quem? Quem pertence a um Bairro? Preservar pode resultar em apagar certas memórias? Pode resultar em Bairros cujos espaços públicos fiquem vazios, perdendo sociabilidade pública? Pode expulsar moradores? Como e com quem escolher prioridades na renovação? Discutiremos também sobre de que modo os estudos desenvolvidos podem informar as instituições de gestão da cidade e do património, e contribuir para a qualidade de vida na cidade. Para isso, será promovido o debate entre colegas ligados a outras ciências sociais e ao urbanismo fora da Academia, incentivando a participação do público. Pretende-se, deste modo, ouvir as perspetivas de diferentes cidadãos, atores chave na vivência e discussão da cidade.

Entrada Livre!