A Universidade de Lisboa tem assumido a responsabilidade e a preocupação de criar condições para acolher os seus alunos, com particular preocupação com os bolseiros dos Serviços de Ação Social e pelos alunos deslocados da sua residência habitual.

Neste sentido foi elaborado um plano para aumentar a capacidade de acolhimento de alunos deslocados, aumentando com 1700 novas camas a capacidade das residências universitárias, para os alunos das suas 18 faculdades.

Conforme noticiou o jornal Expresso no passado dia 3 de novembro, o maior pólo de residências universitárias a construir, com um total de 900 camas, será construído no terreno do atual parque de estacionamento da Cidade Universitária, junto ao edifício do IGOT e incluirá estacionamento subterrâneo, uma praça central de acesso pedonal e espaços comerciais.

Notícia do jornal Expresso: https://expresso.sapo.pt/sociedade/2018-11-03-Novas-residencias-para-a-Universidade-de-Lisboa#gs.PwAsPek