Mestrado em Ordenamento do Território e Urbanismo

A coordenação deste Mestrado é partilhada entre três escolas da Universidade de Lisboa: Faculdade de Arquitetura (FA), Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT) e Instituto Superior Técnico (IST), sendo a composição da Comissão Científica formada por dois docentes de cada uma das escolas responsáveis pelo curso.
O curso funciona rotativamente em cada uma das escolas. No ano letivo 2017/18 a coordenação do curso é da responsabilidade do IGOT, onde decorrerão as aulas das unidades curriculares obrigatórias.

Comissão Científica:

Professor Doutor Carlos Dias Coelho (Faculdade de Arquitetura)
Professor Doutor Pedro George (Faculdade de Arquitetura)
Professor Doutor Fernando Nunes da Silva (Instituto Superior Técnico)
Professora Doutora  Teresa Heitor (Instituto Superior Técnico)
Professor Doutor José Manuel  Simões (Instituto de Geografia e Ordenamento do Território)
Professor Doutor Mário Vale (Instituto de Geografia e Ordenamento do Território)

Objetivos

O curso pretende dar resposta a uma procura efetiva e potencial por parte de técnicos no domínio do urbanismo, bem como visa fornecer formação avançada para os estudantes interessados na reflexão crítica e na prática do planeamento e da gestão do território. A relevância deste objetivo central só pode ser coerentemente atendida com uma abordagem integradora e inovadora às problemáticas territoriais e urbanas.

Este Mestrado permitirá a aquisição de competências, avançadas e distintivas, no campo da intervenção e gestão territorial e urbana, destacando-se em particular:

  • Pensar criticamente a relação entre a sociedade e o território;
  • Conceptualizar e relacionar as questões estruturantes e emergentes do planeamento do território;
  • Discutir criticamente e avaliar instrumentos, políticas e intervenções;
  • Reconhecer, sistematizar e diferenciar territórios a partir das suas características fundamentais e respetivas tendências e dinâmicas como suporte fundamental para a análise e diagnóstico;
  • Aplicar técnicas avançadas de tratamento de informação quantitativa e qualitativa;
  • Formular e combinar cenários que estabeleçam futuros desejáveis ou a evitar;
  • Comunicar de modo assertivo a produção científica;
  • Valorizar de modo persistente a mudança e a inovação nas matérias do desenvolvimento territorial.

Saídas profissionais

Proporciona dois tipos de saídas profissionais: de investigadores e de técnicos de ordenamento e gestão territorial, ambos pautados pelo rigor científico e o espírito de inovação e iniciativa. Os seus empregadores são os organismos públicos e privados de consultoria, ordenamento do território e planeamento estratégico, bem como as entidades de investigação.

Estrutura

As principais áreas científicas deste mestrado são Sistemas Urbanos e Regionais (SUR), Urbanismo (URB) e Planeamento Territorial (PT).

Este mestrado é constituído por um tronco comum com a duração de dois semestres (1.º ano) e no 2.º ano, os estudantes podem optar por um dos seguintes ramos:

  • Projeto Urbano
  • Gestão do Território

A estrutura curricular do curso permite optar entre (i) dissertação (ii) estágio profissional e (iii) projeto.

Regulamento de Estágio dos alunos de Mestrado do IGOT – Consultar Formulários e Regulamentos