Mestrado em Geografia Humana: Globalização, Sociedade e Território

Coordenação do curso: Prof. Doutor Eduardo Brito Henriques

Coordenação do 2.º ciclo: Prof. Doutora Ana Ramos Pereira

O Mestrado em Geografia Humana: Globalização, Sociedade e Território é um curso acreditado pela A3ES – ACEF/1516/18097, tendo o seu plano de estudos sido aprovado pelo Despacho n.º 1396/2018, de 08 de fevereiro

Normas Regulamentares do Mestrado em Geografia Humana: Globalização, Sociedade e Território – Despacho n.º 3947/2018. D.R. n.º  76/2018, Série II de 2018-04-18.

O ciclo de estudos de mestrado em Geografia Humana: Globalização, Sociedade e Território é uma novidade da oferta formativa de 2.º Ciclo do IGOT, resultante da reforma do seu anterior curso de mestrado da área científica de Geografia Humana (População, Sociedade e Território).

Assumindo uma orientação eminentemente crítica na abordagem dos processos espaciais, o curso acrescenta ao cruzamento da Geografia Social com a Geografia Política (em articulação com a dimensão económica), o olhar da Geografia Cultural, tornando mais completo o modo de analisar os problemas e de lhes dar resposta. Ao reforçar a formação em métodos (qualitativos, quantitativos e cartográficos) e introduzir a possibilidade de realização de estágios curriculares em alternativa às teses, reforça as competências práticas dos alunos e apoia a sua experimentação em contexto de trabalho.

Objetivos

São objetivos específicos do curso de mestrado proporcionar, a estudantes de várias disciplinas, a obtenção de competências específicas e integradas no âmbito de formação avançada, com uma forte componente teórica, metodológica e de reflexão crítica, eventualmente em contexto prático de aplicação, privilegiando os seguintes domínios:

  1. As dinâmicas da organização espacial contemporânea em contexto de globalização e as relações global-local;
  2. Os processos e expressões da injustiça espacial e da segregação em meio urbano;
  3. As transformações da economia e do ambiente e as suas repercussões territoriais a diversas escalas;
  4. Os conflitos associados a alterações na geopolítica e nos processos de competição pelos diversos recursos;
  5. As tendências da mobilidade e migração da população e a construção de territórios culturalmente diversos;
  6. A produção cultural das paisagens nas suas dimensões materiais, textuais e performativas, e os sentidos simbólico, experiencial e emocional de espaço e lugar;
  7. O modo como se articulam as alterações na organização social e na organização espacial.

Saídas profissionais

No curso de Mestrado em Geografia Humana: Globalização, Sociedade e Território a formação está orientada para dois tipos de saídas profissionais: de investigadores e de profissionais de planeamento e desenvolvimento regional e urbano, com sólida formação teórica, atentos à diversidade cultural das sociedades contemporâneas e com elevado sentido de responsabilidade social nas práticas de intervenção no território. Os empregadores são os organismos públicos e privados de consultoria, de planeamento e ordenamento do território, as ONG, bem como as entidades de investigação.

O IGOT possui um conjunto de protocolos de cooperação com diversas entidades públicas e privadas que proporcionam estágios profissionais.

Regulamento de Estágio dos alunos de Mestrado do IGOT – Consultar Formulários e Regulamentos