As principais saídas profissionais da  licenciatura em Estudos Europeus são:

Instituições da União Europeia; Organizações Não Governamentais; Empresas e institutos no sector da comunicação e da cultura; Empresas e institutos ligados à cooperação internacional; Assessoria e produção de conteúdos relacionados com a União Europeia; Jornalismo ligado a questões europeias; Carreira diplomática; Investigação e ensino.

Dada a crescente diversificação dos domínios da aplicação dos Estudos Europeus, os licenciados que pretendam aprofundar a sua formação e diversificação das suas competências, têm ao seu dispor os seguintes programas de formação avançada: Mestrados em Cultura e Comunicação (FLUL), História (FLUL), Políticas Europeias (IGOT), e Tradução (FLUL).