Programa do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa, em colaboração com a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril.

Coordenação do Curso: Prof. Doutor José Manuel Simões

Coordenação do 3º ciclo do IGOT: Prof. Doutor Mário Vale

Normas regulamentares estabelecidas no Despacho n.º 25215/2009;

Estrutura curricular em vigor estabelecidas pelo  Despacho n.º 12240/2014.

Conselho Consultivo / Advisory Council

Allan Williams (School of Hospitality and Tourism Management / Univ. Surrey / UK)

António Trindade (Presidente Conselho de Administração do Grupo Porto Bay)

Carminda Cavaco (Universidade de Lisboa)

Jarkko Saarinen (Vice-Presidente da União Geográfica Internacional; Univ. Oulu / Finland)

Apresentação

A Universidade de Lisboa, através do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT-UL), em colaboração com a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE), no âmbito do Protocolo de Cooperação Pedagógica, Científica e Técnica entre as duas instituições, aprovou pelo Despacho Reitoral n.º R-53-2009(2), de 16 de Julho de 2009, a criação do Doutoramento em Turismo.

Este ciclo de estudos em Turismo, registado pela Direcção-Geral de Ensino Superior com o n.º R/B -Cr 241/2009, foi recentemente objecto de avaliação externa por parte da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES), tendo a decisão sido favorável à sua acreditação.

Visando proporcionar a diversificação e o aprofundamento da investigação e formação que derivam da natureza multifacetada do sistema turístico, é conferido o grau de doutor no ramo de conhecimento em Turismo.

Objetivos

O Doutoramento em Turismo do IGOT-UL – em colaboração com a ESHTE – tem como objectivo central contribuir para a formação de “massa crítica” e capital humano tendo em vista responder aos novos desafios e exigências que o sector do turismo enfrenta, propondo-se, através da utilização de diferentes metodologias e técnicas de investigação e do estímulo da iniciativa e do sentido crítico, valorizar e aprofundar os conhecimentos adquiridos ao longo dos percursos académicos e profissionais dos seus discentes, contribuindo deste modo não só para a adequação do sector turístico nacional a uma realidade em constante mudança, mas também para o incremento dos seus factores de competitividade através da elevação da qualidade dos produtos e dos serviços disponibilizados.